Almoço inesquecível em Napa – Culinary Institute of America

Não dá pra imaginar um lugar que produz vinhos tão bons e reconhecidos sem restaurantes e centros gastronômicos à altura, não é mesmo? Procuramos, no Vale do Napa, um lugar que fosse enogastronomicamente perfeito. E achamos esse lugar no restaurante do Instituto de Culinária Greystone, que tem o super chancelado nome de Wine Spectator Greystone Restaurant.

Este é um restaurante escola. Adoro restaurantes escola porque geralmente o atendimento é excelente, as pessoas que ali trabalham são aprendizes entusiastas, e o pessoal da cozinha está se esforçando para apresentar o seu melhor (na Bahia, adoro o restaurante do SENAC no Pelourinho – é o melhor lugar pra experimentar de tudo um pouco da comida baiana). O Greystone Institute é o Campus Californiano do The Culinary Institute of America,  universidade super conceituada no assunto nos EUA.

Fizemos as reservas pelo site Open Table – você se inscreve e consegue marcar horário numa boa.  Não foi difícil achar o restaurante, que fica nas dependências da escola. Você para o carro num estacionamento enorme, que serve ao restaurante e à instituição, sobe umas escadinhas e voilá, chegou.

Entrada do restaurante - não é sempre que a área externa está disponível, uma pena!

A vista do restaurante é essa aqui embaixo, e era onde queríamos ficar. Mas a área externa estava fechada, então nos acomodamos no salão.


A vista da varandinha do restaurante

Verdade que achei bem cafoninhas essas parreiras de mentirinha dentro do restaurante, mas de resto gostei muito do ambiente. Hora de fazer o pedido – o atendimento, como esperado, foi excelente e muito simpático. Difícil foi escolher o prato, diante de tanta coisa gostosa no menu.

Cardápio do WS Restaurant

Escolhi o atum com crosta crocante. GEEEENTEEEE, eu estou até hoje procurando um atum tão bom quanto este. Que de-li-cia. Não, ainda não achei.

Sim, isto é um atum!

 

Para beber,  escolhemos a seleção proposta com a uva Zinfandel, característica da região. E ainda proporcionava a chance de tomarmos mais um Rubicon. 🙂

Menus de vinhos - difícil escolher...

Saímos do restaurante tristes por não termos pensado em incluir uma noite na região. Paciência, San Francisco nos espera!

*Esta viagem foi realizada em Abril/2009. O roteiro na California foi Los Angeles/Santa Mônica – Carmel – San Francisco/ Napa Valley – Yosemite, em 10 dias.
Anúncios

Rubicon Estate – uma vinícola de cinema

Da Robert Mondavi direto para a Rubicon State, onde desta vez faríamos mais uma degustação.

Fachada do casarão da Rubicon Estate

A Rubicon Estate é muito visitada não só por seus maravilhosos vinhos – muuuito bons mesmo – mas também pelo fato de ser propriedade de Francis Ford Coppola, e de ser um lugar que ele realmente freqüenta, não apenas é ‘dono’. Mas, infelizmente, ele não estava lá pra nos receber, hehe.

The magic red carpet... ;-)

The magic red carpet... 😉

 

Para entrar na maravilhosa propriedade, você compra um passaporte com direito a degustação dos vinhos. Vale a pena, pois há muito mais que vinho no casarão.

Além de visitar (sem guia) alguns espaços onde descansam futuros rótulos da Rubicon, você conhece um pouco da história de Coppola, sua família e suas filmografias, incluindo as de Sofia Coppola e Nicolas Cage. E pode ver de pertinho um dos Oscares da familia também.

Perto, pertinho mesmo!

No andar de cima, há uma coleção de cinematógrafos e outros artefatos antigos relacionados ao cinema, além itens que pertenciam ao antigo proprietário, um capitão da marinha da Finlândia. Também há um salão (proibida a entrada) muitíssimo bem decorado, com grandes barris (imagino decorativos)  de vinho que observamos por uma frestinha da porta… lá dentro, um piano de cauda nos fez imaginar quantos eventos interessantes devem ocorrer naquela casa.

De volta ao térreo, hora da degustação. Pudemos degustar uma série de 5 vinhos diferentes. A carta da Rubicon é extensa, mas muito pouco disponível fora da vinicola. Muitos rótulos são vendidos apenas lá. De presença global, basta a do dono, rsrs.

A Rubicon Estate também tem uma ampla loja, com itens para vinhos e outros relacionados a estilo de vida – alguns itens para casa, artigos de escritório como moleskines, por exemplo.

Nossa seleção de vinhos degustados

A lista de vinhos à venda na Rubicon Estate

Do lado de fora, há um pequeno winebar onde servem petiscos. O ambiente é suuuper agradável. Mas um lugar ainda mais agradável nos aguardava, então era hora de pegar a estrada de novo!

Mais links sobre o assunto:

http://en.wikipedia.org/wiki/Rubicon_Estate_Winery

http://mauoscar.com/2010/10/20/rubicon-estate-coppola/

*Esta viagem foi realizada em Abril/2009. O roteiro na California foi Los Angeles/Santa Mônica – Carmel – San Francisco/ Napa Valley – Yosemite, em 10 dias.

Ah, la dolce vita... ops, esse é outro diretor!

Passadinha rápida na Robert Mondavi

Saindo da Domaine Carneros, nossa próxima parada era uma vinícola bem famosa, a Robert Mondavi.

A vinícola é linda, vale muito a visita.

Como tínhamos acabado de sair de uma degustação de espumantes, resolvemos não encarar mais uma na Mondavi. Compramos um vinho para conhecer depois, com calma. De um modo geral, não foi um vinho que me impressionou, não. Mas não sou especialista, apenas apreciadora, me dando o direito de  emitir opiniões que podem ser consideradas barbaridades, rsrs. Os vinhos da Robert Mondavi são muito conhecidos, bem vendidos e apreciados.

Me pareceu que o Wine Tour deles é bem interessante. Ele leva 1 hora e meia, com degustação, e é melhor ligar antes pra acertar os horários. Se você der uma olhadinha no site, vai ver que eles têm vários tipos de visitas.

A lojinha foi a melhor sortida de acessórios para bares e acompanhamentos para o vinho (queijos, pães, patés, etc) que vimos entre as vinícolas visitadas.

Links uteis:

Mapa de Vinícolas de Napa Valley

Robert Mondavi na wikipedia

Site Oficial da Robert Mondavi

Napa Valley.com

Napa Valley.org

Napa Valley Online

Napa Valley no New York Times