Salvador, pra aprender e se divertir – parte 2

Continuando a descobrir os bairros da cidade…

 Rio VermelhoProvavelmente um dos bairros de Salvador que se destaca pela sua insegurança e diversão. Aparentemente meio irônico porém constatado que, em época de Carnaval, ou não, acontecem vários “arrastões” dentro dos ônibus, onde por incrível que pareça pobres roubam pobres, já que os mesmos só andam no “buzão” com o dinheiro da passagem de ida e volta e o ticket refeição. Uma das singularidades do bairro é sua ladeira em direção à uma determinada faculdade, onde o aclive citado é chamada de O Pagador de Promessas ou também “Já fui roubado naquela ladeira!”, pois, a ladeira em questão é tão íngrime que parece que o cidadão está ao encontro de Jesus Cristo, ou seja, já está morto e indo para o céu.

Um lugar bastante apreciado nesse bairro é o famoso “Largo da Mariquita, onde quase nunca acontece um evento cultural, ao lado da praça em questão existem várias fámílias de assentados de pescadores, onde os mesmos obrigam falam com seus filhos para pedirem esmola ajuda aos visitantes.

Para quem se interessa por uma excelente viagem gastronômica, no Rio vermelho, você encontrará O Mercado do Peixe. Um luxuoso complexo de bares de extremo requinte e atendimento vip. Entre as mais variadas delicias baianas, você poderá apreciaruma maniçoba ou um mocofato sem igual. Já foi provado cientificamente que o Mercado do Peixe, ou Fish Market para os mais íntimos, fica aberto 25 horas por dia, pois até o planeta Terra para por 1 hora de executar o movimento de rotação sobre si mesma, para tomar a saideira.

Stiep Lugar totalmente isolado do resto do planeta, é quase impossível de se chegar lá. A cada 23425 anos um ônibus passa por lá. Stiep, mais conhecido como Centro de Convenções e adjacências. Também conhecido como Costa Azul, ninguém sabe exatamente onde começa um e termina o outro.

Costa AzulAntes do advento da Av. Pinto de Aguiar como “recanto da pulada de cerca”,o Costa Azul ficou célebre pela grande quantidade de Motéis por metro quadrado. Com o tempo virou um bairro familia, banhado pelas águas de Cocô Beach, praia que segundo lendas “mergulhou morreu”, possivelmente lá surgiu a AIDS, o Câncer, o EBOLA, a dor de cabeça e a espinhela caída. Mini shoppings fantasmas são proficuos nesta região, você já foi no Blue Shopping? Nem eu!

 Ilha de ItaparicaIlha que um dia já foi local de veraneio dos barão e hoje é mais frequentada pelo povão que toma conhaque Domus debaixo do Sol da praia de Caixa-Prego. Local muito apreciado pelos que morrem de felicidade ao pegar o “Maria Bethânia” ou o “Dose Dupla”, fazendo pagode na fila de pedestre e chupando geladinho de umbu. Gostam muito de ficar no terraço da embarcação pois lá se sentem na Laje de casa. Fazem um alvoroço da porra quando o “férri” chega em “Bom despacho” e querem sair correndo na frente dos carros, de vez em quando atropelam um. Geralmente chegam de manhã, sujam tudo e voltam no final da tarde pra dar tempo de pegar o busú pra casa. Não pegam o catamarã porque é só pros barão.

Capelinha – Famosa pela Fabrica de Picolé Capelinha, que fabrica 100% dos picolés vendidos na cidade. Quem nunca ouviu? oia picolé capelinha aê ó.

Mussurunga Fica muito perto de Cajazeiras (e é claro, longe de Salvador). Vai de Mussurunga 1 até 12.584. Também dividida entre setores, de A até ZXWE. Sendo o setor C o “centro” e o resto fica no interior do bairro. Não tem CORREIOS, nem Agência Bancária, mas em compensação possui 125.324 bares e 12.256 mini-mercadinhos… Junto a Susssssssssuarana, é mais um dos bairros de salvador com nomes grandes e cheios de S!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Salvador, pra aprender e se divertir – parte 2

  1. KKKKKKKKKKKK
    Muito engraçado conhecer essas histórias dos bairros de salvador.
    E sobre a viagem…
    Você poderia buscar hospefdagem em Las Rambas, Bairro Gótico, Born, Universidad, Urquinauna que sao bem centrais e fica pertinho da agitaçao noturna. Mas é melhor olhar as fotos pois sao bairros bem antigos e pode ter coisa muito precária, ok?
    Agora tem outro bairro que eu adoro que é Grácia fica 20 min andando para a praça catalúnia mas o passeio é uma deícia, pelo passeio de grácia que é muito charmoso e tem as casa Batló e La pedrera de gaudí no caminho, e tem metro tb etem muitooooooooooosss bares e restaurantes muito legais tem sua noite bem agitada tb, ok?
    Boa sorte!
    Lela

  2. Uma vez li no ricardocury.blogspot algo como:
    toda cidade importante tem seu rio…
    Paris tem o Rio Sena, SP tem o Rio Tietê…. Salvador tem o Rio Vermelho
    =)

    Favoritei!

    Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s